Carregando...

2247.jpg

user4 de novembro de 2019
Imagem: Divulgação
Para aumentar os investimentos na infraestrutura das cidades do interior, a Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo, em iniciativa inédita, apresentou para os deputados estaduais, nesta quarta-feira, a cartilha de Sugestões para Emendas Parlamentares.
O documento, preparado pela equipe técnica da Secretaria, reúne uma série de ações e orientações para melhoria do turismo paulista. O secretário Vinicius Lummertz esteve reunido com os deputados, para apresentar as sugestões.
São 35 tópicos divididos em sete grupos, como “articulação e ordenamento”, “projetos de infraestrutura “, “marketing no mercado nacional” e “qualificação “. O documento orienta também sobre as condições para que os municípios sejam elegíveis ao recebimento do benefício.
“Hoje, São Paulo tem 70 Estâncias Turísticas, 140 Municípios de Interesse Turístico e mais de 400 municípios inseridos nas regiões turísticas do Mapa do Turismo Brasileiro, o que mostra o grande potencial deste segmento. São cidades com alta capacidade de receber visitantes e que têm sua economia movimentada por essa atividade”, diz Lummertz.
De acordo com o secretário, o Governo de São Paulo passou a ter uma gestão da atividade turística focada no planejamento de suas ações com objetivo de manter, incrementar e aumentar o fluxo turístico em todo o Estado.

Acesse o link para o download da Cartilha: http://bit.ly/Cartilha_Emendas

Fonte: Secretaria Estadual de Turismo

14_10_19_gestordeturismo.png

user15 de outubro de 2019
Represa de Jurumirim – Estância Turística de Avaré / Crédito da foto: Cássia S. Fagundes

O Ministério do Turismo está com inscrições abertas para o curso “Gestor de Turismo” por meio da Plataforma de Engajamento e Aprendizagem – PEA. A formação profissional gratuita e online, promovida pelo MTur desde 2018, foi atualizada e tem como público-alvo maiores de 18 anos, preferencialmente gestores públicos e privados de qualquer atividade relacionada ao setor de turismo.

A formação de 50h é dividida em 35 unidades e abrange os seguintes temas: planejamento; elaboração de projetos; legislação sobre turismo e contratações; programas e ações do MTur. O aluno terá acesso às vídeo-aulas e atividades por meio de qualquer dispositivo com acesso à internet, como smartphone, tablet ou computador.

As inscrições podem ser feitas até o dia 3 de maio de 2020 e o prazo para concluir o curso é até o dia 6 de julho de 2020. O próprio aluno emite o certificado de curso profissionalizante pela plataforma do Canal Gestor de Turismo. Clique aqui para se inscrever.

Neuza Santos, coordenadora-geral de Qualificação do Turismo, afirma que a revisão feita não anula a edição anterior. “Revisamos apenas alguns tópicos para trazer pontos mais atuais à capacitação, portanto, a certificação emitida no ano passado continua valendo”, afirma Santos. A coordenadora ressalta que os alunos podem refazer o curso para se atualizarem e lembra, ainda, que aqueles que não concluíram as aulas na edição de 2018 podem retomá-las de onde pararam.

No ano passado, 9.794 pessoas se inscreveram, entre brasileiros dos 27 estados e estrangeiros de 17 países. São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais foram os maiores emissores nacionais de inscrições. Por outro lado, Argentina e Portugal lideraram em número de alunos internacionais inscritos.

A plataforma também possibilita a celebração de Termo de Compromisso com o Ministério do Turismo pelo perfil de representante: gestor.turismo.gov.br/representante. O documento pode ser gerado e assinado eletronicamente por instituições públicas e privadas representativas do setor com interesse em cooperar para o sucesso da política de qualificação como diferencial de desenvolvimento do turismo e possibilitar a gestão da oferta do curso com o acesso aos dados específicos por região (quantidade de alunos cadastrados, em andamento e concluintes).

Dúvidas e informações adicionais podem ser respondidas pela central de atendimento: 0800 200 8484 e pea@turismo.gov.br.

 

Fonte: Vanessa Castro / www.turismo.gov.br


WhatsApp-Image-2019-10-12-at-7.07.50-PM-1-1280x960.jpeg

user12 de outubro de 2019
Funcionários da Prefeitura agindo no controle do fogo. Crédito da foto: Fernando Alonso

O feriado de 12 de outubro, Dia das Crianças e de Nossa Senhora Aparecida, aliado a um dia ensolarado,  seria perfeito para passear no Horto Florestal. No entanto turistas e avareenses se depararam com parte das trilhas da maior atração turística urbana da cidade ladeada por cinzas da mata queimada, ao que tudo indica, fruto de ação criminosa iniciada no final da tarde de sexta-feira, dia 11.

A fumaça intensa, cinzas no chão e troncos queimados. Foi assim que o visitante Guilherme José Silva, 29 anos da cidade de Tatuí encontrou durante sua caminhada. “Venho pra cidade visitar minha família e sempre passeio no Horto, mas hoje não consegui ficar muito tempo na trilha, o cheiro da fumaça estava insuportável”, explicou o visitante.

Cenário de cinzas e fumaça na Trilha do Horto. Crédito da foto: Fernando Alonso

Segundo informações publicadas em vídeo pelo oficial do Corpo de Bombeiros Alexandre Magno Monteiro, no Facebook, o fogo na mata tem indícios de ser criminoso. Em um dos vídeos ele lamenta o incidente: “Atenção povo de Avaré, que frequenta o Horto Florestal, infelizmente este tipo de incêndio ele é criminoso, não tem como no dia ensolarado haver aqui ponto de fagulha e de ignição, todos devem cuidar, isso aqui é patrimônio de todos nós”. Já no outro vídeo postado ele evidencia a criminalidade da queimada: “O que se verifica aqui é o o autor, ele caminhou entre a mata atirando fogo em diversos pontos onde acabou se espalhando”.

Fogo atingiu cerca de 2 mil metros de mata. Crédito da foto: Fernando Alonso

O fogo foi controlado através da ação do Corpo de Bombeiros e funcionários da Prefeitura Municipal de Avaré. No entanto por volta das 10 horas da manhã do dia 12 a reportagem do Turismo em Avaré esteve no local e presenciou funcionários da Prefeitura ainda contendo focos da queimada. A estimativa do Corpo de Bombeiros é que a queimada tenha atingido cerca de 2 mil metros quadrados de mata.

O Horto Florestal recebe milhares de visitantes por mês, além de servir de base para eventos esportivos e culturais. É a maior atração turística urbana da cidade e opção de lazer para grande parte dos avareenses.

Muita fumaça na trilha prejudicou o passeio de turistas e avareenses. Crédito da foto: Fernando Alonso

PREJUÍZO NA NATUREZA –  A ação criminosa no Horto Florestal pode ter mexido com o equilíbrio ambiental local que tem seu bioma classificado como Mata Atlântica. O portal do Instituto Florestal aponta diversas espécies da fauna que vivem na floresta atingida: capivara, serelepe, cachorro-do-mato, ouriço, tatu-galinha, quati, gato-do-mato, jacú e tucano. Entre a flora, são encontradas espécies de pau-jacaré, gorocaia, guaçatonga, figueira-mata-pau, copaiba, angico, pau-pólvora, juçara, guarantã, cedro-rosa, canjerana, além das espécies exóticas como eucalíptos e pinheiros.

Crédito da foto de capa: Fernando Alonso


0056788001503505401.jpg

user10 de setembro de 2019
Burgman é uma das marcas mais conhecidas em Sorocaba-SP / Crédito da foto: Divulgação
Os turistas tem mais um incentivo para viajar pelo Estado de São Paulo. Trata-se do lançamento das Rotas Cervejeiras, que aconteceu durante Mondial de la Biere – Festival Internacional de Cervejas, evento realizado na última semana na cidade de Rio de Janeiro.

O Estado foi dividido em seis áreas com potencial turístico cervejeiro. São elas: as regiões de Ribeirão Preto, Piracicaba, Sorocaba, Campinas e São Paulo, além da Serra da Mantiqueira. No total, há 218 fábricas de cervejas no Estado, instaladas em 118 municípios, que coloca São Paulo em 2º lugar no Ranking do Brasil em número de cervejarias.

Imagem: Divulgação
O roteiro mais próximo da Estância Turística de Avaré fica em Sorocaba e Região. Conheça o roteiro guiado oferecido pela própria Prefeitura de Sorocaba , que passa por quatro fábricas que possuem em seu portfólio rótulos premiados:

HAPPY BREW – A Cervejaria Happy Brew surgiu de experiências e tentativas de um “homebrewer”, ou cervejeiro caseiro. A produção é totalmente artesanal e conta com cinco estilos de cerveja. A de trigo ”Happy Wit” é a mais famosa e conta com cascas de laranja e coentro, adicionando mais aroma e sabor ao produto final. Os quais, junto a cor, são obtidos naturalmente em todas bebidas, sem o uso de corantes e conservantes.

BURGMAN – Inaugurada em 2010, a Cervejaria Brugman produz cerca de 100 mil litros de cerveja por mês. Com diversos estilos, dos mais tradicionais aos mais inovadores, a empresa vem conquistando cada vez mais entusiastas da cerveja artesanal. Para a cervejaria de Sorocaba, o objetivo é um só: produzir cervejas com água, malte, lúpulo e muita dedicação, nada mais. São mais de dez rótulos disponíveis.

HOFFEN – A cervejaria de Votorantim defende o amor pela cerveja. São três cervejas artesanais: Darkness, de trigo escura com traços de caramelo; Golden Eye, clara e suave; e Redmoon, de cor vermelha com notas de amêndoas. O lobo, presente na marca não é à toa. “Sua fidelidade usamos como exemplo no mercado com nossos clientes e a perseverança é para sempre insistirmos na qualidade de nossos produtos buscando a excelência”.

BAMBERG – O primeiro malte usado nessa cervejaria de Votorantim foi produzido em Bamberg, na Alemanha. A cidade serviu de referência em qualidade e de inspiração pela variedade. Não por acaso, este é o nome que estampa os produtos artesanais. Em 12 anos, já são 92 prêmios nacionais e internacionais. O ponto positivo do tour na Bamberg é a possibilidade de beber a premiadíssima cerveja direto do tanque.

SERVIÇO – A prefeitura de Sorocaba promove uma excursão às quatro cervejarias, aos sábados, das 9h às 13h30. Saída e retorno geralmente são da Casa do Turista. As reservas podem ser feitas na sede da Agência Planeta Turismo (Rua Perdizes, 67 – Jardim Paulistano), pelo tel. (15) 3212-8890 ou no site www.planeta.tur.br. O valor por pessoa é R$ 130,00 e existe o pacote para quatro pessoas, onde três entradas são pagas e a quarta é gratuita. Cada participante tem direito a degustar três rótulos em cada cervejaria.


pdt_ft1_7350.jpg

user3 de setembro de 2019

O Instituto Jatobás, através do Projeto Realiza Cuesta, anunciou o resultado dos projetos selecionados através do chamamento público realizado pela instituição, para financiamento de iniciativas na área de abrangência do Pólo Turístico da Cuesta. A boa notícia é que entre os 77 projetos apresentados, 4 foram de Avaré sendo dois deles selecionados, conquistando como prêmio de fomento o valor de 2 mil reais.

 

Psicólogo e Educador Rodrigo Negrão / Crédito da foto: facebook.com/rodrigo.negrao1

Rodrigo Negrão e Marcelo Cunha Ribeiro estão entre os avareenses selecionados. Para Negrão, psicólogo e educador, o financiamento do Projeto Realiza Cuesta é uma ótima oportunidade para aprimorar seu programa e torná-lo real. ” Estou muito empolgado, fiquei imensamente feliz e tenho uma expectativa muito positiva de que o resultado vai ser alcançado”, explica.  Seu  projeto leva o nome de Programa Jardim das Emoções e oferece a oportunidade ao participante de reconhecer, nomear e desenvolver suas emoções, promovendo autoconhecimento, através de técnicas imersivas e vivenciais que objetiva a melhora no desempenho escolar e social de crianças.

Cientista do Esporte Marcelo C. Ribeiro /Crédito da foto: facebook.com/marcelo.mcr.9

Já o projeto selecionado de Marcelo, foca no desenvolvimento de uma plataforma de treinamento integral, que objetiva fornecer serviços  de treinamento esportivo que integram os aspectos Racional, Emocional, Físico, Nutricional e Espiritual do ser humano. O projeto já está em andamento em parceria com a Do Vale TV, com 10 voluntários participando das avaliações físicas e iniciando os treinamentos.

Após a conclusão da fase de execução dos projetos, o Instituto Jatobás irá premiar com 5 mil reais os três melhores resultados entre os 12 projetos selecionados pela entidade.

Sobre o Realiza Cuesta – Desenvolvido pelo Instituto Jatobás, o programa tem como objetivo fortalecer o empreendedorismo local da região turística Polo Cuesta, composto pelos municípios de Avaré, Anhembi, Areiópolis, Bofete, Botucatu, Conchas, Itatinga, Paranapanema, Pardinho, Pratânia e São Manuel.  Para isso oferece uma jornada gratuita de quatro meses que inclui: metodologia para o desenvolvimento de competências socioemocionais, conhecimentos e práticas para o fortalecimento de negócios, conexão em rede de parcerias e apoio financeiro.

Sobre o Instituto Jatobás – O Instituto Jatobás tem como missão influir para a ampliação da consciência e oferecer conhecimento para a construção de caminhos coletivos solidários e sustentáveis. Tem como propósito a incorporação desses princípios nas práticas pessoais, organizacionais e comunitárias.  O Instituto atua, desde 2005, nos municípios de Pardinho e de São Paulo, no Estado de São Paulo.

 

Crédito da foto de capa: Sede do Instituto Jatobás, Pardinho -SP / Divulgação


WhatsApp-Image-2019-08-28-at-10.33.58.jpeg

user28 de agosto de 2019
Pesca Esportiva na Represa é uma das atrações de Avaré / Crédito da Foto: Chen Studio

O Ministério do Turismo anunciou nesta semana a atualização do Mapa do Turismo Brasileiro que define as regiões turísticas que são prioritárias para investimentos do Governo Federal. Ao todo o mapa reúne 2694 cidades inseridas em 333 regiões turísticas em todo país.

Neste mapa o Ministério do Turismo faz uma classificação baseada em informações prestadas pelos municípios, como orçamento destinado ao turismo, infraestrutura de serviços entre outros quesitos e faz um ranqueamento que vai de  A (como melhor desempenho) até a letra E (pior desempenho). 

Mirante na Cuesta atrai grande público por conta de beleza cênica da formação geográfica / Foto: @pedrodoindiobotucatu

Na região a Estância Turística de Avaré  ao lado da vizinha Botucatu, despontam como as melhores posicionadas, na categoria B. Ambas estão inseridas no mapa dentro do Pólo Turístico da Cuesta. As Estâncias de Paranapanema e Piraju ficaram para trás com a letra D, assim como a maioria das cidades do entorno. A Estância Águas de Santa Bárbara não recebeu nenhuma avaliação do Ministério do Turismo. 

O Mapa do Turismo Brasileiro existe desde 2013 e serve como orientação para investimentos do turismo interno do país. 

 

Crédito da foto de capa: Horto Florestal / Fernando Alonso

 


secretaria-turismo-04.jpg

user13 de agosto de 2019
Interior do Santuário de N.S.da Boa Morte – um dos principais pontos turístico do centro de Avaré / Crédito da Foto: Cássia Sierra Fagundes
A Estância Turística de Avaré e demais destinos reconhecidos por lei pelo Governo do Estado de São Paulo deverão redobrar a atenção para não perder os títulos de Estância ou MIT (Município de Interesse Turístico) e os milhões de reais que são repassados anualmente para financiar projetos de desenvolvimento turístico.
Será lançada pela Secretaria Estadual de Turismo uma plataforma digital que receberá todas as informações necessárias dos municípios para fazer o ranqueamento técnico das cidades que vai decidir ao final de 3 anos quem fica no grupo especial, das chamadas Estâncias ou no grupo dos Municípios de Interesse Turístico. A diferença está no valor do repasse: quem permanecer entre as estâncias continuam a receber valores acima de 2 milhões enquanto o grupo do Municípios de Interesse Turístico recebem em torno de 600 mil. A iniciativa visa atender os requisitos da Lei 1261/2015, que estimula a concorrência sadia entre os destinos turísticos e dá a chance de ascensão de novos municípios.
Na primeira fase desse processo, os municípios receberão por e-mail um formulário de credenciamento, que deve ser preenchido e assinado pelo prefeito. O prazo para cumprir esta etapa vai até 15 de agosto. Em um segundo momento, será um enviado link e senha para acesso a plataforma, também por e-mail.
Cada município deverá escolher um interlocutor para ser responsável pela inserção dos dados técnicos nessa plataforma, criada pela coordenadoria de turismo da Pasta. Será indicado também o representante do COMTUR (Conselho Municipal de Turismo) que poderá visualizar e acompanhar as informações do município sem poder modificá-las.

Crédito da foto de capa: Sinuê Garcia
Com informações: www.turismo.sp.gov.br 

FB_IMG_1564949320981.jpg

user4 de agosto de 2019
Estande da Aprecesp em parceria com a Secretaria Estadual de Turismo / Crédito da foto – Facebook @turismopaulista

A Aprecesp – Associação das Prefeituras das Cidades Estâncias do Estado de São Paulo (Turismo Paulista) participou da 23ª edição da AVIRRP 2019 (Associação das Agências de Viagens de Ribeirão Preto e Região), que aconteceu entre os dias 2 e 3 de agosto, em Ribeirão Preto.

A entidade participou do estande da Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo, com espaço de 75 m² para destacar cerca de 130 municípios paulistas, 21 regiões turísticas e entidades confirmadas, tais como: ABCTur, Águas Sertanejas, Alta Mogiana, Altos de Paranapiacaba, ANPF – Trens e Bondes Turísticos, Circuito das Águas Paulista, Circuito das Frutas, Costa da Mata Atlântica, Guarujá CVB, Histórias e Aventuras, Maravilhas do Rio Grande, Pólo Cuesta, Roteiro dos Bandeirantes, São José dos Campos CVB, Sítio do Pica Pau Amarelo – Mairiporã, Taypa de Pilão, Trilhos e Trilhas da Baixa Mogiana, Vale do Rio Grande, além da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente.

FONTE: Aprecesp


66301462_2558359727528120_7634262273665531904_o-1280x960.jpg

user18 de julho de 2019
Grupo de artesãs da Associart / Crédito da foto: Associart

A Associação dos Artesãos e Artistas de Avaré e Região – ASSOCIART, está atendendo em novo endereço desde o último final de semana, data a reinauguração dos quiosques da Concha Acústica. O grupo ocupa o quiosque 04 da praça e retorna ao local em que funcionava desde sua fundação, após a reforma do local promovida pela Prefeitura Municipal.

A entidade agrega atualmente 14 artesãs de diversas faixas etárias. No quiosque da Associação é possível encontrar peças artesanais produzidas em feltro, madeira, reciclagem e tecidos – destacando-se as peças produzidas dentro do conceito de costura criativa. Alguns dos artesanatos à venda remetem à estância turística. O local também é ponto de venda do famoso doce de leite, produzido em Avaré.

 

SERVIÇO:

ASSOCIART – Associação de Artesãos e Artistas e Avaré e Região

Endereço: Praça Romeu Bretas , quiosque 4

Horário de Atendimento: De segunda a sexta – das 9h às 18h / sábado – das 9h às 17h / domingo – das 9h às 13h

Telefone para contato: (14) 99761-1665

 

Crédito da foto de Capa: Professora Tutty Papay



Conheça

Seja Bem-Vindo!

A principal atração turística de Avaré é a represa de Jurumirim, formada pelo Rio Paranapanema, a 18 km da cidade. O local é território livre para a prática de windsurf, Jet skis, banana boat, caiaques, barcos e lanchas. É possível alugar embarcações nas marinas, passear de escuna ou fazer aulas de wakebord e stand´up. Ao redor da represa estão também hotéis de lazer, casas de veraneio e pousadas atraentes para casais, além do Camping Municipal.

Na área central, os principais atrativos são o Mirante do Cristo Redentor, o Santuário de Nossa Senhora das Dores, o Horto Florestal, artesanatos, entre outras atrações. Ao passar pela cidade, não deixe de provar nosso famoso doce de leite, iguaria muito tradicional de nosso município.


ENTRE EM CONTATO


Net @ - sites para internet