Carregando...

MUNICÍPIOS DA REGIÃO ENTRAM NO “CAMINHO DO QUEIJO ARTESANAL PAULISTA”

3 de julho de 2018
Foto: Divulgação / www.caminhodoqueijopaulista.com

Pardinho e Bofete, ambos integrantes do Pólo Turístico da Cuesta – em torno de 80 km de Avaré, entram no mapeamento da produção de queijo artesanal do Estado de São Paulo e vão se consolidando como destinos que despertam interesses que vão além da natureza e dos esportes radicais.

Estes municípios passaram a integrar o projeto “Caminho do Queijo Artesanal Paulista”, que tem por objetivo principal valorizar e impulsionar a produção local, visando a criação de um selo de qualidade que identifique as queijarias de alto padrão, além da criação de um mapa para visitação, um manifesto e criação de páginas especiais em redes sociais.

Participam o Caminho do Queijo Artesanal Paulista 12 das mais reconhecidas e premiadas queijarias artesanais do Estado: Capril do Bosque (Joanópolis), Estância Silvania (Caçapava), Fazenda Atalaia (Amparo), Fazenda Dona Carolina (Porangaba), Fazenda Santa Helena (Jacupiranga), Fazenda Santa Luzia (Itapetininga), Laticínio Artesanal Montezuma (São João da Boa Vista), Leiteria Santa Paula (São José do Rio Pardo), Pardinho Artesanal (Pardinho), Pé do Morro (Cabreúva), Queijaria Belafazenda (Bofete) e Queijaria Rima (Porto Feliz). Apadrinhado pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Governo do Estado, o projeto foi realizado pela Coentro Comunica, agência de comunicação especializada em gastronomia.

Em contraponto a outros Estados brasileiros que seguem tradições à risca, reproduzindo modos de preparo seculares e já reconhecidos oficialmente, a produção queijeira paulista aposta na inovação, com o desenvolvimento de novas receitas, o que possibilita que os 12 produtores envolvidos no projeto ofereçam mais de cem tipos de variedades diferentes. Há queijos de vaca, búfala, cabra, ovelha e mistos, em variedades frescas, curadas (em câmaras de maturação ou cavernas subterrâneas), temperadas e feitas à base de leite cru ou pasteurizado, exigência legal ainda vigente para a receitas maturadas por menos de 90 dias.

Para divulgar a iniciativa, foi criado um manifesto com os princípios, ideais e reivindicações do grupo, além de um mapa, que identifica as queijarias participantes e detalha as atrações que cada uma oferece em sua propriedade – degustação, visita guiada, almoço temático, etc, buscando assim atrair visitantes para passeios no campo. A ideia é reaproximar os consumidores dos pequenos produtores e chamar a atenção do Poder Público, atraindo subsídios e respaldo jurídico.

O mapa do Caminho do Queijo Artesanal Paulista deve ganhar novas edições, com a incorporação de mais queijarias ao grupo, desde que sua produção siga os preceitos expressos do manifesto, isto é, que seja feita em pequena escala, com a predominância dos processos manuais e utilização exclusiva de leite produzido na própria queijaria ou arredores.

Fonte: www.caminhodoqueijopaulista.com


Conheça

Seja Bem-Vindo!

A principal atração turística de Avaré é a represa de Jurumirim, formada pelo Rio Paranapanema, a 18 km da cidade. O local é território livre para a prática de windsurf, Jet skis, banana boat, caiaques, barcos e lanchas. É possível alugar embarcações nas marinas, passear de escuna ou fazer aulas de wakebord e stand´up. Ao redor da represa estão também hotéis de lazer, casas de veraneio e pousadas atraentes para casais, além do Camping Municipal.

Na área central, os principais atrativos são o Mirante do Cristo Redentor, o Santuário de Nossa Senhora das Dores, o Horto Florestal, artesanatos, entre outras atrações. Ao passar pela cidade, não deixe de provar nosso famoso doce de leite, iguaria muito tradicional de nosso município.


ENTRE EM CONTATO


Net @ - sites para internet