Carregando...

PASSEIOS DE TREM POR SP

1 de agosto de 2018
Foto: Internet

Passeios usando o trem como meio de transporte são muito comuns na Europa. Segundo os viajantes de plantão, umas das melhores coisas por lá é que você quase sempre tem como opção pegar um trem e ir onde quiser. Isso também se torna uma conveniente escolha para o bolso, pois quase sempre o trem é mais em conta que os outros transportes.

Se você for daqueles turistas que não se importa com o tempo gasto, mas sim com as maravilhosas e diferentes paisagens que poderá ver, creio então que uma viagem de trem será realmente uma boa pedida.

Infelizmente no Brasil, nosso sistema ferroviário (me refiro aos trens de maiores distâncias e não metrôs, por exemplo) tem como finalidade o transporte de mercadorias. Antigamente até mesmo essa finalidade tinha uma maior frequência, hoje em dia, a preferência está para o transporte rodoviário.

É tão grande a desconsideração por esse meio de transporte por parte da maioria dos brasileiros, que foi preciso da ajuda de um francês para tentar reativar esse sistema. Patrick Henri Ferdinand Dollinger, em 1977 fundou a ABPF – Associação Brasileira de Preservação Ferroviária, com o objetivo de preservar e conservar o patrimônio histórico ferroviário brasileiro.

Hoje, além da ABPF, existe outra associação (ABOTTC – Associação Brasileira das Operadoras de Trens Turísticos e Culturais) que juntas estão trabalhando na revitalização e recuperação do prestígio dos nossos caminhos de ferro.

Os passeios de trem e bonde atualmente ainda preservam um certo charme de antigamente e são inesquecíveis na forma dinâmica como contam a história das cidades, reservando surpresas em seus roteiros serranos, rurais e urbanos. O horário e o valor das passagens varia de acordo com roteiros e distâncias; os trens podem ser fretados por grupos mediante consulta prévia com a operadora indicada em cada roteiro.

Segue algumas dicas para esta modalidade de turismo em São Paulo:

Expresso Turístico Paranapiacaba:

Encravada na Serra do Mar, esta charmosa vila projetada pelos ingleses na segunda metade do século XIX, durante a construção da ferrovia que liga Santos a Jundiaí, recebe todos os fins de semana milhares de turistas em busca de trilhas, cachoeiras com vista panorâmica do litoral paulista, museus sobre a ferrovia ou apenas para almoçar nos aconchegantes restaurantes familiares com comida caseira feita em fogão a lenha.

O trem, com vagões de passageiros reformados da década de 60, sai das estação Luz e Santo André e faz o percurso de 45 quilômetros em uma hora e meia. Todo o trajeto é acompanhado por monitores que dão informações históricas sobre a ferrovia paulista e as estações da CPTM. Todos os anos, no mês de julho, acontece em Paranapiacaba o Festival de Inverno com comidas típicas, shows de bandas famosas, bebidas quentinhas e muita neblina, como se fosse na Inglaterra. Para quem gosta de pedalar, é possível comprar um bilhete extra para levar sua bicicleta no trem.

Serviço

Embarque: estação da Luz e estação Santo André

Quando: todos os domingos, às 8h30 (estação da Luz) e às 9h (estação Santo André). O trem retorna de Paranapiacaba às 16h30. Confira no site da CPTM as promoções para grupos com mais de duas pessoas

Onde comprar: A passagem pode ser adquirida todos os dias, das 9 às 18​h, nas bilheterias das estações Luz e Santo André. O bilhete de trem não contempla os passeios locais.

Site: http://goo.gl/MBvsLe

Trem dos Ingleses – Paranapiacaba:

Chegando em Paranapiacaba, seja de carro, ônibus ou pelo trem Expresso Turístico, não deixe de fazer um passeio de trem a bordo do clássico vagão de passageiros de 1914 tracionado por uma locomotiva a vapor inglesa de 1867, a terceira mais antiga em funcionamento no Brasil. O percurso tem cerca de 2 quilômetros e é feito dentro do antigo pátio de manobras da São Paulo Railway.

Serviço

Embarque: Museu Ferroviário

Quando: aos domingos e feriados, das 10h às 16h, com partidas de hora em hora. Duração: 20 minutos

Onde comprar: ingressos podem ser retirados na bilheteria do museu.

Site: http://goo.gl/cwMJ6E

Expresso Turístico Mogi das Cruzes:

O trem sai da Estação da Luz todo segundo sábado do mês e faz o percurso de 47 quilômetros até Mogi das Cruzes em uma hora e meia. Este passeio é muito indicado para quem gosta de natureza, flores e história. Em Mogi, você pode contratar os passeios em agências de turismo locais e escolher entre os roteiros rurais, que passam pelos orquidários e produtores de flores da cidade, conhecer o Parque das Neblinas ou os museus do centro histórico. O trem também é composto de vagões de passageiros reformados da década de 60 tracionados por locomotiva a diesel de 1952. Os ciclistas podem comprar um bilhete extra para levar sua bicicleta no trem.

Serviço

Embarque: estação da Luz

Quando: segundo sábado do mês, às 8h30. Retorno de Mogi às 16h30. Confira no site da CPTM as promoções para grupos com mais de duas pessoas

Onde comprar: A passagem pode ser adquirida todos os dias, das 9 às 18​h, nas bilheterias das estações Luz e Santo André. O bilhete de trem não contempla os passeios locais.

Site: http://goo.gl/dOvbNm

Expresso Turístico Jundiaí:

Quem gosta de trens, história, natureza e frutas precisa fazer esse passeio até Jundiaí. Saindo da estação da Luz aos sábados, o expresso faz um percurso de 60 quilômetros até a cidade, no interior paulista. Lá, os roteiros mais procurados são o do museu ferroviário, que conta a história das ferrovias paulistas; o passeio na serra do Japi e o famoso tour pelas adegas e fazendas de uvas da região com direito a degustação. Para quem gosta de pedalar, é possível comprar um bilhete extra para levar sua bicicleta.

Serviço

Embarque: Estação da Luz

Quando: aos sábados, às 8h30. Retorno de Jundiaí às 16h30. Confira no site da CPTM as promoções para grupos com mais de duas pessoas

Onde comprar: A passagem pode ser adquirida todos os dias, das 9 às 18​h, nas bilheterias das estações Luz e Santo André. O bilhete de trem não contempla os passeios locais.

Site: http://goo.gl/5zyLfc

Trem dos Imigrantes – São Paulo:

Com entrada pelo Museu do Imigrante, antiga hospedaria localizada no bairro da Mooca que recebia os imigrantes que chegavam ao Brasil pelo porto de Santos no fim do século XIX e início do século XX, este passeio refaz parte do trajeto original a bordo de uma composição tracionada por uma maria fumaça a vapor de 1922. O passeio dura em torno de 25 minutos.

Serviço

Embarque: Memorial da Imigração. R. Visc. de Parnaíba, 1316, Mooca, São Paulo – SP

Quando: aos sábados, domingos e feriados, das 10h às 16h, com saídas de hora em hora

Onde comprar: a passagem pode ser adquirida na bilheteria do museu.

Site: http://goo.gl/cwMJ6E

Trem do Mirante – Campos do Jordão:

O trem sai da estação Emílio Ribas e faz um percurso de cerca de uma hora até a estação Eugênio Lefèvre, localizada em Santo Antônio do Pinhal. No caminho, contemple as charmosas paradas que contam um pouco da história da ferrovia, que tem mais de 100 anos. Já no mirante, não deixe de tomar um café, experimentar o tradicional bolinho de bacalhau da parada e visitar as lojinhas de artesanato.

Serviço

Embarque: Estação Emílio Ribas. Av. Emílio Ribas, s/n, Capivari, Campos do Jordão – SP. Quando: de sábado a quarta-feira, às 10h e 14h

Onde comprar: o bilhete deve ser comprado na estação. Pede-se chegar com, pelo menos, meia hora de antecedência.

Bonde Turístico – Campos do Jordão:

Esse percurso é feito pelos simpáticos bondes vermelhos e amarelos, que já se tornaram uma das marcas registradas de Campos do Jordão. Eles saem da estação de Emílio Ribas, atravessam toda a cidade e depois de 25 minutos chegam ao Portal de Campos do Jordão.

Serviço

Embarque: Estação Emílio Ribas. Av. Emílio Ribas, s/n, Capivari, Campos do Jordão – SP. Quando: de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h. Sábados, domingos e feriados, das 10h às 16h.

Onde comprar: o bilhete deve ser comprado na estação. Pede-se chegar com, pelo menos, meia hora de antecedência.

Bonde Turístico Urbano- Campos do Jordão:

Há em Campos do Jordão um segundo percurso feito nos tradicionais bondes amarelos, que vai da estação Emílio Ribas à estação Abernésia numa viagem de ida e volta.

Serviço

Embarque: Estação Emílio Ribas. Av. Emílio Ribas, s/n, Capivari, Campos do Jordão – SP. Quando: sábados, domingos e feriados, às 16h e 17h.

Onde comprar: o bilhete deve ser comprado na estação. Pede-se chegar com, pelo menos, meia hora de antecedência

Trem da Serra- Pindamonhangaba:

Percorrendo um trajeto de 47 quilômetros somente na ida, o Trem da Serra faz um dos percursos mais belos do Brasil entre as cidades de Pindamonhangaba, no Vale do Paraíba, a Campos do Jordão, na Serra da Mantiqueira. No meio da viagem, o moderno vagão automotriz que conduz os passageiros faz uma parada de 30 minutos na estação Eugênio Lefèvre, localizada em Santo Antônio do Pinhal. Lá, não deixe de conhecer o Mirante da Santa Expedicionária (com ampla vista para a região) e experimentar o tradicional bolinho de bacalhau.

Serviço

Embarque: estação Pindamonhangaba. Rua Martin Cabral, 87, Centro, Pindamonhangaba – SP. Quando: sextas-feiras, às 9h. Retorno de Campos às 15h

Onde comprar: o bilhete deve ser comprado na estação. Pede-se chegar com, pelo menos, meia hora de antecedência

Trem das Águas Claras – Pindamonhangaba:

O percurso é curto, dura cerca de 40 minutos, e liga a cidade de Pindamonhangaba ao Parque das Água Claras. Este passeio deve ser feito com agendamento.

Serviço

Embarque: Estação Pindamonhangaba. Rua Martin Cabral, 87, Centro, Pindamonhangaba – SP. Quando: de segunda a sexta-feira. Somente com agendamento. Onde comprar: somente com agendamento

Piracuama- Pindamonhangaba:

Quem curte turismo rural, comida feita em fogão a lenha, deitar em uma rede após o almoço e sentir aquela brisa fresca, precisa conhecer o distrito de Piracuama, em Pindamonhangaba. E para ficar ainda melhor, é possível chegar lá de trem.

Serviço

Embarque: Estação Pindamonhangaba. Rua Martin Cabral, 87, Centro, Pindamonhangaba – SP

Quando: sábados, às 13h30, e domingos, às 10h e 14h. O bilhete não inclui passeios no local

Onde comprar: o bilhete deve ser comprado na estação. Pede-se chegar com, pelo menos, meia hora de antecedência

Trem Turístico de Guararema:

O trem turístico de Guararema começou a operar em 2015 e já tem uma vantagem sobre os outros passeios: nele está operando a maior maria fumaça em funcionamento no Brasil. A “Velha Senhora” é uma locomotiva americana fabricada em 1927 e que foi totalmente restaurada. Ela puxa três vagões de passageiros de 1930 e faz um percurso de 5,5 quilômetros até a estação Luis Carlos. Mas muito antes de ser levada para Guararema para servir como trem turístico, a Velha Senhora já passeou muito pela cidade quando era usada para o transporte de passageiros entre as cidades de São Paulo e Rio de Janeiro. O passeio tem duração total de duas horas e meia, que inclui todo o trajeto de Guararema a Luís Carlos, parada na vila para visitação e retorno.

Serviço

Embarque: Estação Ferroviária de Guararema. Rua Coronel Ramalho, s/n, Centro, Guararema – SP

Quando: sábados, domingos e feriados, com saídas às 10h e 15h. Onde comprar: o bilhete deve ser comprado na estação de Guararema

Site: http://goo.gl/YpSyXJ

Trem Campinas- Jaguariúna:

Este é um dos passeios ferroviários mais lindos do interior paulista. O trem, puxado por uma locomotiva Alco CP 905 original da Cia. Paulista de Estradas de Ferro, fabricada em 1958, sai de Campinas e faz um percurso de 30 quilômetros até Jaguariúna. Também é possível embarcar em Jaguariúna e fazer o caminho inverso. No trajeto, os passageiros poderão conhecer diversas estações antigas da ferrovia e, ao chegar em Jaguariúna, visitar o centro da cidade com suas feirinhas de artesanato. A bordo, contemple a paisagem ao som da banda Nostalgia Musical, que toca ao vivo nos vagões. O tempo total de viagem é de três horas e meia.

Serviço

Embarque: Estação de Anhumas: Rua Dr Antônio Duarte Conceição, 1501, Jardim Madalena, Campinas – SP. Ou na estação de Jaguariúna: Av. Marginal, 600 – Centro, Jaguariúna – SP

Quando: partindo de Campinas: sábados, às 10h10. Domingos e feriados: 10h10 e 14h30. Partindo de Jaguariúna: sábados, às 15h, e domingos e feriados às 12h30

Onde comprar: o bilhete deve ser comprado na estação de Jaguariúna ou Anhumas.

Site: http://goo.gl/gxCR7M

Trem Turístico Mari Bonita – Paraguaçu:

Este passeio de trem em Paraguaçu Paulista é puro charme. Você embarca em um trem puxado por uma locomotiva inglesa a vapor fabricada em 1879 e, em um trajeto de 24 quilômetros, faz uma viagem no tempo sobre os trilhos da antiga Estrada de Ferro Sorocabana. Durante o percurso, algumas paradas precisam ser feitas para aumentar a pressão das caldeiras da Dona Lina, como é chamada a maria fumaça. Ao chegar na Estação de Sapezal, os passageiros poderão acompanhar a manobra da locomotiva no viradouro, visitar o Memorial “Irmãs Galvão”, a dupla caipira feminina mais antiga do Brasil, entre outras atividades programadas.

Serviço

Embarque: Antiga Estação Ferroviária – Av. Miguel Deliberador, s/nº, ao lado da Fonte Luminosa, Paraguaçu Paulista – SP

Quando: sábados e domingos, às 9h. Duração do passeio: 3 horas

Onde comprar: o bilhete deve ser comprado na estação de Paraguaçu Paulista com, pelo menos, meia hora de antecedência

Site: http://goo.gl/xgism8

(Com Informações: www.trilhaseaventuras.com.br)

________________________________________________

FERNANDO ALONSO é Turismólogo, especialista em Economia do Turismo.

 

 


Conheça

Seja Bem-Vindo!

A principal atração turística de Avaré é a represa de Jurumirim, formada pelo Rio Paranapanema, a 18 km da cidade. O local é território livre para a prática de windsurf, Jet skis, banana boat, caiaques, barcos e lanchas. É possível alugar embarcações nas marinas, passear de escuna ou fazer aulas de wakebord e stand´up. Ao redor da represa estão também hotéis de lazer, casas de veraneio e pousadas atraentes para casais, além do Camping Municipal.

Na área central, os principais atrativos são o Mirante do Cristo Redentor, o Santuário de Nossa Senhora das Dores, o Horto Florestal, artesanatos, entre outras atrações. Ao passar pela cidade, não deixe de provar nosso famoso doce de leite, iguaria muito tradicional de nosso município.


ENTRE EM CONTATO


Net @ - sites para internet